big_brown

Mais que patrulhamento

Nem sou do time marineiro, mas acho incrível como se tenta cercear as pessoas e trajetórias. Recebi e-mails de amigas e colegas com ampla publicidade para texto do professor Maurício Abdalla, professor de filosofia da UFES. O filósofo recorre à obra de Caymmi – “Marina você se pintou” – para dizer que Marina deveria ter ficado quietinha lá no mato. E nossos melhores quadros aceitam sem nenhuma reclamação e até se sentem protegidos.
Claro, se Marina estivesse no time de Lula seria saudada como “a primeira presidenta, mulher, negra, pobre, ecologista, etc.”
Como não é do time, então justifica-se seu sucesso nas urnas com supostas benesses concedidas pela “zelite”.
Não seria mais honesto admitir que a candidata superou as expectativas, inclusive das pesquisas, e foi o fato novo dessa campanha?
Isso é mais que patrulhamento. É cegueira mesmo. O pessoal das letras fala tanto em democracia, mas só aceita se for para o seu lado.

Advertisements

About nalata60

just another writing...
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s